quinta-feira, 10 de Novembro de 2011

Vinha do Bispado - Reserva 2009



O Vinha do Bispado - Reserva 2009 é um novo tinto da Casa Agricola Roboredo Madeira.

Proveniente de vinhas com cerca de 20 anos é produzido com uvas das castas Touriga Nacional, Tourgia Franca e Tinta Roriz.


Com um corpo mediano, é um vinho com aromas a frutos silvestres, mas tambem apresenta notas de terra humida e musgo.


Um bom vinho tinto, com uma boa relação qualidade-preço.


Recomenda-se para pratos de massas, pizzas, ou carne grelhada.

domingo, 23 de Outubro de 2011

Redoma - Rosé 2010

O Redoma Rosé 2010, produzido pela Niepoort, é um rosé fermentado em madeira e proveniente de vinhas mais velhas, o que o faz diferir da maioria dos rosé. Como tal distancia-se dos rosé de esplanda e destina-se à mesa para acompanhamento de refeições.


O Redoma Rosé 2010 é produzido a partir de vérias castas, destacando-se a Tinta Amarela (30%) e a Touriga Franca (20%).


Este rosé pretende conjugar a frescura dos brancos com a complexidade e a estrutura dos tintos.



Contudo a colheita de 2010 deste vinho difere da colheita de 2009 exactamente na estrutura de tinto. Em 2009 essa caracteristica estava muito mais presente, não afastando a sensação de vinho tinto. A edição de 2010 está mais ligeira, talvez menos distante da maioria dos rosé, mais perto da esplanda.


É um optimo rosé para uma refeição de verão, acompanhando bem carne ou peixe grelhado (mas já não tão bem como o 2009).


Foi um dos melhores rosé que provei este ano.



sexta-feira, 15 de Julho de 2011

Sexy 2010 rosé



A FitaPreta Vinhos é um projecto de David Booth - o responsável pela viticultura, e Antonio Maçanita - enologo. Situada no Alentejo, em Estremoz, apresentam a marca Sexy como gama de entrada.



O Sexy existe como tinto, branco e rosé. Para além do nome, também o rotulo, particularmente o do vinho tinto, são muito apelativos, e denotam uma poscionamento virado para o publico de espirito jovem.



O Sexy 2010 rosé é feito a partir das castas Touriga Nacional e Aragonez. Apresenta alguma secura nas notas de frutos silvestres. Mais de que um rosé de esplanada será um bom rosé para acompanhar pratos ligeiros, ou mesmo peixe assado.



http:\\www.fitapreta.com

quinta-feira, 14 de Julho de 2011

Soalheiro - Alvarinho 2010




O Soalheiro - Alvarinho 2010 é produzido na Quinta de Soalheiro em Melgaço.



A Quinta de Soalheiro é uma referencia nos vinhos Alvarinhos de topo. A Quinta de Solheiro e os Vinhos Anselmo Mendes são talvez os dois produtores mais destacadas de vinhos veredes e Alavarinhos de Portugal. A marca que os distingue é o dominio dos frutos tropicais nos Quinta do Soalheiro, enquanto que Anselmo Mendes prefere destacar nos seus vinhos a componente mineral.



O Soalheiro - Alvarinho, será por assim dizer o vinho corrente, da Quinta do Soalheiro.


Os Alvarinhos da Quinta do Soalheiro caracterizam-se pela presença marcada dos aromas tropicais equilibrado com notas minerias , permite uma utilização deste vinho como aperitivo ou como vinho de esplanada, mas também o recomenda para mariscos.



Um excelente Alvarinho, que se recomenda, para este verão quente.

A não perder.

http:\\www.soalheiro.com




domingo, 10 de Julho de 2011

Condado das Vinhas 2010 rosé

Vinho rosé produzido na Herdade Grande de José Lança no Baixo Alentejo, entre Beja e Vidigueira.

O Condado das Vinhas 2010 rosé é feito a partir de uvas das castas Grossa e Trincadeira.

Apresenta aromas a frutos silvestres e uma acidez equilibrado, com um final ligeiramente adoçicado. Tem aptidão gastronómica mas também serve bem como aperitivo.





quinta-feira, 30 de Junho de 2011

Dona Maria 2010 rosé



O Dona Maria 2010 rosé é produzido no Alentejo, em Estremoz, por Julio Bastos.



Elaborado com uvas das castas Aragonez e Touriga Nacional apresenta-se com cor de salmão.


O Dona Maria é um vinho ligeiro, seco mas que apresenta um pouco de doçura no final.

Tem claramente aptidão gastronomica, mas fará também boa figura como aperitivo.



Recomenda-se!




Herdade do Esporão - Verdelho 2010



Vinho branco produzido na Herdade do Esporão a partir da casta Verdelho.



Segundo o rótulo este Verdelho "realça a fruta exótica típica desta casta e que revela uma boa acidez".



A casta Verdelho é uma das minhas preferidas castas de vinho branco. Daí que gostei muito deste branco, que serve para acompanhar marisco, mas também pratos de saladas, massas e outros pratos ligeiros, e até carnes brancas.



Um vinho guloso e delicioso.


Se ainda não conhecem a casta Verdelho experimentem este Herdade do Esporão.